topo

Postado em 05 de Fevereiro de 2020 às 07h36

Nova campanha de Two Sides Brasil

Two Sides começa o ano de 2020 com o lançamento da campanha #PapelNãoDesmata, para reforçar a nossa principal mensagem, a ser comunicada amplamente. Com mensagens complementares, vamos informar também que papel, papelcartão e papelão são oriundos de fonte renovável, são recicláveis, biodegradáveis e, portanto, opções altamente sustentáveis para comunicação e embalagem.

?Nosso objetivo é melhorar a percepção das pessoas quanto à sustentabilidade da mídia impressa e aumentar a conscientização sobre a silvicultura responsável que apoia a indústria de impressão e papel? afirma Fabio Arruda Mortara ? country manager de Two Sides Brasil.

Muita gente ainda acredita que o uso de papel promove o desmatamento, quando é justamente o contrário. No Brasil, todas as árvores para produção de celulose e papel são plantadas para essa finalidade. Portanto, quanto mais papel for produzido, mais árvores vão existir!

Com o lançamento da nova campanha, queremos que mais e mais pessoas saibam que papel não desmata e que temos ótimas razões para amar papel e a comunicação impressa.

Se você também ama papel e já está convencido que papel não desmata, ajude a divulgar essa mensagem. Envolva-se nessa ação! Divulgue a campanha e as hashtags #PapelNãoDesmata e #AmarPapel em seus posts nas redes sociais.

Para saber mais sobre a comunicação impressa e o papel siga nossas redes sociais ou inscreva-se para receber a newsletter http://www.twosides.org.br/

Mais papel, mais árvores!

Veja também

ABIGRAF contra a tributação e em defesa do livro09/04 "Livros não são produtos de elite e o papel do governo deveria ser o de torná-los cada vez mais populares e acessíveis" A notícia de que nesta semana a Receita Federal publicou documento com perguntas e respostas sobre a CBS (Contribuição sobre Bens e Serviços, que pode substituir PIS e COFINS na Reforma Tributária), onde defende que os......
Guia auxilia gráficas sobre a Lei Geral de Proteção de Dados21/09/20 Para auxiliar as indústrias no processo de adequação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, a CNI reuniu, em uma publicação exclusiva, diretrizes que as indústrias precisam levar em......

Voltar para Notícias