Parceiros

Quimigraf

Dugraf Materiais Gráficos

Zênite Sistemas

Braile

Mega Papéis

Dicapel

Bremen Sistemas

Konica Minolta

Helioprint

Facebook

Florianópolis, 18 de Julho de 2018

Parceiros:

Busca rápida:

Ok
Premio Catarinense 2018
Consultoria Jurídica

Desenvolvimento:

Notícias

Câmara de vereadores arquiva PL que proibia panfletagem em Balneário Camboriú

10/05 - 10:39

Após firme atuação do Sindicato das Indústrias Gráficas da Micro Região de Itajaí, a Câmara Municipal de vereadores arquivou o Projeto de Lei 150/2017, que proibia a distribuição de propagandas mediante fixação de panfletos, folders, folhetos e qualquer tipo de material impresso publicitário em veículos estacionados em vias e logradouros públicos, no hall de entrada, grades, portões e ainda o lançamento no interior do pátio ou garagem de edificações e residências, no município de Balneário Camboriú.

A proposição foi retirada de pauta na última quarta-feira, 9 de maio, a pedido da própria autora, a vereadora Juliethe Nitz, após reunião com o presidente do Sindicato, Edson Silva. “Ficamos felizes que o bom senso tenha prevalecido. Afinal, uma decisão neste sentido prejudicaria não só setor gráfico, como diversas empresas relacionadas a este tipo de prestação de serviço, e até o restante da população, que não teria acesso a informações importantes, muitas vezes, disponibilizadas somente por material impresso”, destacou o presidente.

“Sabemos que a intenção da vereadora era coibir o descarte inadequado dos materiais nas vias públicas. Porém, esta questão deve ser resolvida com educação e a instalação de latas de lixo nas ruas, sem prejuízo aos setores produtivos da região”, disse Silva.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Gráfica - Regional de Santa Catarina, Cidnei Barozzi, também comemorou a decisão da vereadora em retirar o projeto, enviando um ofício de agradecimento a parlamentar. “Como presidente da ABIGRAF-SC, neste ato representando as 1.278 empresas gráficas existentes no Estado, não poderia deixar de manifestar a aprovação do setor com esta acertada decisão”.

“De uma vez por todas, precisamos mudar o entendimento de que os impressos são vilões do meio ambiente. Aliás, muito pelo contrário, a cadeia produtiva do ramo gráfico é responsável e totalmente sustentável”, completou Barozzi, explicando ainda que 100% da celulose e do papel produzidos no Brasil são originários de florestas plantadas e controladas.

Eficiência - Além de seu viés sustentável, o papel (principal substrato da indústria gráfica) é o meio mais eficaz de comunicação, já que estudos, comprovadamente, demonstraram que o material impresso é o que, por mais tempo, retém a atenção dos indivíduos, além de proporcionar maior absorção de informações em comparação com as outras mídias.

Assessoria de Imprensa

Mais notícias:

ABIGRAF-Regional do Estado de Santa Catarina
Rua Thiago da Fonseca, 44 - Térreo - Capoeiras - CEP: 88.085-100
Fone/Fax: (48) 3244-8863 - Florianópolis - Santa Catarina
© Copyright, 2007, Todos os direitos reservados